EADAMAZON

PORTAL DE EAD e E-LEARNING DA AMAZÔNIA

Entendo que a tutoria e ou mediação, deva ser objeto de grande atençao no atual estágio em que se encontra o Ensino a Distância, em face de abundância em tecnologia. Conceitualmente na
EaD, tem-se que o tutor é um guia, um orientador que apoia os estudos e
pesquisas dos discentes, já o saber básico do professor sustenta-se no
conhecimento pedagógico, curricular, conteudista, assuntos diversos no contexto
educacional bem como da sua aplicabilidade.

Sou tutor ha quase três anos na Anhanguera Educacional, assumi uma das turma desde o inicio do curso, portanto, hoje no 6ª. semestre. No processo adotado pela Anhaguera, a presencialidade
ocorre duas vezes por semana, e nesses encontros, preciso estar tão bem
preparado quando o professor conteudista ou autor, uma vez que nossos alunos
não possuindo autonomia suficiente ficariam a mercê da propria sorte, até por
conta da cultura  arraigada do ensino
presencial, neste caso, mais do que estímulos verbais para que estudem é
preciso por as mãos na massa e fazer junto.

Logo, mesmo ciente de que a função como tutor não é o ensino com todos os seus predicados implícitos no ofício de professor, preciso invariavelmente sentar-me com os alunos e
discurtir o assunto mostrando-lhes "o caminho das pedras", só que
para isso acontecer preciso ter pleno
conhecimento do assunto
, o que me remete as atribuições básicas de um
professor de fato e de direito. Ora, então que tenha esses tais conhecimentos! Dirá
alguém inadvertidamente.

Existem grades curriculares no curso de Bacharel em Administração com mais de 40 diferentes disciplinas, terá o tutor presencial domínio total sobre cada uma delas? Claro que não! Mas,
como tutor, tenho pavor só de pensar em entrar na sala de aula sem o domínio do
assunto (e isso as vezes acontece). Talvez seja o caso das instituições
formarem tutores com “cabeça de tutor” (mas, acho que não funcionaria), pois, a
minha e de tantos outros colegas é “cabeça de professor mesmo” e como tal
estamos expostos a essa dinãmica em constante polvorosa da EaD.

Finalizando, cada vez mais me conscientizo de que nossa maior missão enquanto tutores, é ajudar no desenvolvimento dos alunos quanto a sua capacidade de autonomia, mas, para isso
é preciso mais do que nunca manter a mente, corpo e alma na docência. Tal qual
“professor conteudista”, “professor mediador a distancia”, nós outros cá na ponta,
sejamos reconhecidademente envolvidos “PROFESSOR
TUTOR LOCAL
”. Todos juntos em prol de uma organização autopoiética.


A Tutoria em Educação a Distância

Entendo que a tutoria e ou mediação, deva ser objeto de grande atençao no atual estágio em que se encontra o Ensino a Distância, em face de abundância em tecnologia. Conceitualmente na
EaD, tem-se que o tutor é um guia, um orientador que apoia os estudos e
pesquisas dos discentes, já o saber básico do professor sustenta-se no
conhecimento pedagógico, curricular, conteudista, assuntos diversos no contexto
educacional bem como da sua aplicabilidade.

Sou tutor à quase três anos na Anhanguera Educacional, assumi uma turma desde o inicio do curso, portanto, hoje no 6ª. semestre. No processo adotado pela Anhaguera, a presencialidade
ocorre duas vezes por semana, e nesses encontros, preciso estar tão bem
preparado quando o professor conteudista ou autor, uma vez que nossos alunos
não possuindo autonomia suficiente ficariam a mercê da propria sorte, até por
conta da cultura  arraigada do ensino
presencial, neste caso, mais do que estímulos verbais para que estudem é
preciso por as mãos na massa e fazer junto.

Logo, mesmo ciente de que minha função como tutor não é o ensino com todos os seus predicados implícitos no ofício de professor, preciso invariavelmente sentar-me com os alunos e
discurtir o assunto mostrando-lhes "o caminho das pedras", só que
para isso acontecer preciso ter pleno
conhecimento do assunto
, o que me remete as atribuições básicas de um
professor de fato e de direito. Que tenha esses conhecimentos então! Dirá
alguém inadvertidamente.

Existem grades curriculares no curso de Bacharel em Administração com mais de 40 diferentes disciplinas, terá o tutor presencial domínio total sobre cada uma delas? Claro que não! Mas,
como tutor, tenho pavor só de pensar em entrar na sala de aula sem o domínio do
assunto (e isso as vezes acontece). Talvez seja o caso das instituições
formarem tutores com “cabeça de tutor” (mas, acho que não funcionaria), pois, a
minha e de tantos outros colegas é “cabeça de professor mesmo” e como tal
estamos expostos a essa dinãmica em constante polvorosa da EaD.

Finalizando, cada vez mais me conscientizo de que nossa maior missão enquanto tutores, é ajudar no desenvolvimento dos alunos quanto a sua capacidade de autonomia, mas, para isso
preciso mais do que nunca manter a mente, corpo e alma na docência. Tal qual
“professor conteudista”, “professor mediador a distancia”, nós outros cá ponta,
sejamos reconhecidademente envolvidos “PROFESSOR
TUTOR LOCAL
”. Todos juntos em prol de uma organização autopoiética.

Exibições: 12

Comentar

Você precisa ser um membro de EADAMAZON para adicionar comentários!

Entrar em EADAMAZON

Redes Sociais

CLIQUE E COMPARTILHE
Bookmark and Share

Siga a EADAMAZON

 

Timeline

© 2014   Criado por Robson Santos da Silva.

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço